Câncer de tireoide e história familiar de câncer, quando devo me preocupar?

Várias doenças hereditárias foram associadas a diferentes tipos de câncer de tireoide, assim como a história familiar. Ainda assim, a maioria das pessoas que desenvolve câncer de tireoide não tem uma condição hereditária ou histórico familiar da doença.
Câncer de tireoide e história familiar de câncer, quando devo me preocupar?

Existem 4 diferentes tipos de tumores de tireoide: papilifero, medular, folicular e anaplásico.

Cerca de 2 em cada 10 carcinomas medulares da tireoide (CMTs) podem surgir devido a mutação genética herdada de família. Esses casos são conhecidos como carcinoma medular da tireoide familiar (CMTF). O CMTF pode ocorrer sozinho ou pode ser visto junto com outros tumores.A combinação de CMTF e tumores de outras glândulas endócrinas, como as adrenais ( glândulas em cima dos rins) e paratireoides, é chamada de neoplasia endócrina múltipla tipo 2 (NEM 2). Essa síndrome genética é causada por mutações (defeitos) em um gene chamado RET.

Nessas formas hereditárias de CMT (carcinoma medular de tireoide), os cânceres freqüentemente se desenvolvem durante a infância ou início da idade adulta e podem se espalhar precocemente. No caso de câncer medular de tireoide familiar ou associado a neoplasia endócrina múltipla, relacionados a mutação do RET o risco de câncer de tireoide é muito alto e exige acompanhamento precoce e discussão de cirurgia para redução do risco (tireoidectomia profilática) para os familiares que possuem a mesma mutação genética.

Outras condições hereditárias geram um risco maior de desenvolver formas mais comuns de câncer de tireoide, como:

  • Síndromes de polipose (múltiplos pólipos) intestinal: como a polipose adenomatosa familiar associada a mutação APC e síndrome de Cowden associada a mutação do PTEN.
  • O câncer de tireoide tipo papilífero pode ocorrer com mais frequência em algumas famílias e costuma ser visto em uma idade mais precoce. Os genes do cromossomo 19 e do cromossomo 1 são suspeitos de causar esses cânceres familiares.
    Mas talvez a situação mais frequente que vemos na prática é ter uma história familiar de câncer de tireoide apenas. Ter um parente de primeiro grau (pai, irmão, irmã ou filho) com câncer de tireoide, mesmo sem uma síndrome hereditária conhecida na família, aumenta o risco de câncer de tireoide. A base genética para esses cânceres não é totalmente clara.

Se você suspeita que pode ter uma condição familiar, converse com seu médico, que pode recomendar aconselhamento genético se seu histórico médico o justificar.

Compartilhe
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Agendar consulta

Para solicitar uma consulta em nossa clínica é só utilizar o formulário abaixo.
Open chat