Como eu posso evitar o câncer de ovário?

Diferentes fatores podem aumentar o risco de uma mulher desenvolver câncer de ovário.
Como eu posso evitar o câncer de ovário?

Embora não haja uma forma comprovada de prevenir completamente o câncer de ovário / trompa de Falópio, você pode diminuir o risco. Evitar fatores de risco e aumentar os fatores de proteção pode ajudar a prevenir o câncer de ovário.

Fatores de risco que são modificáveis, isto é, que podemos evitar inclui a terapia de reposição hormonal e a obesidade. Adotar hábitos de vida saudáveis podem ajudar na prevenção do câncer de ovários.

Fatores que são protetores, isto é, estão associados com redução do risco de câncer de ovário são:

  • Anticoncepcionais via oral: ao contrário do que muitas mulheres pensam, tomar anticoncepcionais orais por 3 ou mais anos está associado a 30% a 50% menos probabilidade de desenvolver câncer de ovário / trompa de Falópio. A diminuição do risco pode durar 30 anos após a mulher parar de tomar os comprimidos. Os dispositivos intra-uterinos (DIU) também foram associados a uma diminuição do risco de câncer de ovário.
  • Amamentação: quanto mais tempo a mulher amamenta, menor é o risco de desenvolver câncer de ovário / trompa de Falópio.
  • Gravidez: quanto mais gestações a termo uma mulher tiver, menor será o risco de câncer de ovário / trompa de Falópio.
  • Ligadura/laqueadura tubária e histerectomia: mulheres que fizeram histerectomia ou laqueadura tubária podem ter um risco menor de desenvolver câncer de ovário / trompa de Falópio. A histerectomia é a remoção do útero e, às vezes, do colo do útero. A laqueadura é ter as trompas de falópio “amarradas” ou fechadas cirurgicamente para evitar a gravidez.
  • Salpingooforectomia ( remoção ciurgica dos ovários e trompas): para mulheres com mutações genéticas de alto risco, como BRCA1, BRCA2 e os genes relacionados à síndrome de Lynch, a remoção dos ovários e das trompas de Falópio após ter filhos é recomendada para prevenir câncer de ovário / trompa de Falópio, bem como possivelmente reduzir o risco de Câncer de Mama. Isso pode reduzir o risco de câncer de ovário / trompa de Falópio em até 96%. Se realizada antes da menopausa ocorrer naturalmente, pode haver uma redução de 40% a 70% no risco de desenvolver câncer de mama, particularmente em mulheres com mutações BRCA2.

 

É muito importante que as mulheres que estão considerando a cirurgia preventiva façam uma avaliação oncogenética para que possam compreender os riscos e efeitos colaterais da cirurgia em comparação com seu risco pessoal de desenvolver câncer de ovário / trompa de Falópio.

Compartilhe
Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Agendar consulta

Para solicitar uma consulta em nossa clínica é só utilizar o formulário abaixo.
Open chat